Pular para o conteúdo principal

Relacionamentos desgastantes - tem conserto?

Cada ser humano é único, formado com sua visão de vida, seus conceitos, suas idéias, sua moral... Uma vida a dois requer uma dose muito grande de paciência e outra maior ainda de compreensão, mas a verdade é que não é nada fácil manter o controle e ter a disposição para fazer as coisas funcionarem mais tranquilamente.

Quando as queixas se tornam constantes, as cobranças ficam cada vez mais intensas e as ofensas começam a fazer parte do cotidiano do relacionamento, então é momento de alerta, existe um sinal vermelho imenso piscando, mostrando que o convívio está em zona de perigo.

É importante se questionar sobre o que mudou, porque tudo ficou diferente? Onde está agora aquela sensação de bem estar, de ser amado(a) de antes? O que houve com o diálogo? Aqueles momentos de risos e descontração? Para onde foram as brincadeiras e o bom humor?

Os relacionamentos se desgatam quando o casal começa colocar prioridades em coisas que estão fora deles, como o trabalho, os filhos, as contas para pagar, pois no tempo de namoro nenhuma dessas preocupações existiam e por isso tudo era mais fácil, mas a questão é que dificuldades existem, problemas sempre irão aparecer - faz parte da vida! O segredo é aprender a lidar com os problemas e todas as adversidades sem fazer com que isso agrida um ao outro e consequentemente o relacionamento.

Quando os desentendimentos surgem o casal tende a se afastar, a intimidade vai se tornando cada vez mais distante, as mágoas e sentimentos de raiva surgem, sufocando o amor, o romance e o carinho que antes existiam ali com tanta força.

Um relacionamento assim se torna desgastante demais, ao ponto de um ou outro não suportarem mais o convívio, o homem começa a chegar em casa sempre mais tarde, finais de semana inventa todo o tipo de compromisso só para não ter que aguentar mais brigas e reclamações, a mulher se torna amarga, revoltada e sem esperanças.

Tem conserto?

Eu sempre penso que tem solução, nem sempre conserto. Existem casos em que o casal com ajuda de um profissional consegue se dar conta de suas atitudes e daquilo que precisa mudar e resgatar, em outros casos em que sabemos que um dos dois é resistente demais à mudanças, não tem jeito, a solução muitas vezes é a separação.

Moro ao lado de um casal de vizinhos que brigam noite e dia, brigas homéricas, com xingos, ofensas, gritaria. Muitas vezes fico horrorizada com tamanho descontrole principalmente da parte da mulher, ela grita tanto  e penso que ela acredita que os gritos dela são capazes de sacudir o marido, quando não são, nunca serão, tudo que ela consegue com essa atitude é fazê-lo se afastar ainda mais, só que ela nao enxerga isso, não entende porque ela não se observa.

Realmente é insuportável viver dentro de um relacionamento desgastante, sufocante, onde só existem cobranças, ofensas e gritos. É o meio de um chamar a atenção do outro, só que isso não funciona. Quando gritamos não estamos dando oportunidade ao outro para se manifestar e conversar, muito pelo contrário, o grito impõe e agride. Não tem como haver entendimento sem diálogo e dialogar é falar e permitir que o outro se expresse, sem cortes. É preciso ouvir todas as queixas para então saber onde existem os pontos que precisam de transformações.

Relacionamentos desgastantes podem ser bem administrados, desde que haja em pelo menos um dos dois um pouco de discernimento para buscar o entendimento do que ambos sentem e desde que haja uma verdadeira intenção de mudanças, nele ser mais romântico, demonstrar mais carinho para ela, de ser mais afetuoso, menos agressivo, dela de ser menos mandona e controladora, de ser mais carinhosa com ele, de se mostrar preocupada com o que ele pensa.

Uma forma excelente para entender melhor seu (sua) parceiro(a) e toda a situação que os cerca é fazendo uma consulta de tarô terapêutico para a vida amorosa, por meio desta consulta esclareço os pontos onde existem conflitos, conseguirá entender o motivo dos desentendimentos, perceberá de que forma é melhor agir e quais as possibilidades de darem certo e se resolverem. Durante a consulta trabalho com a numerologia fazendo a sinastria amorosa, mostrando então suas afinidades; quais são e como melhorá-las, suas diferenças; quais são e como suavizá-las.

Drika Gomes
Taróloga e numeróloga













Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tarô 8 de copas - Lidando com a rejeição

Entre tantas cartas que expressam tão bem a representação do 8 de copas, encontrei esta que mostra bem um aspecto desta carta que quero colocar aqui hoje. As cartas do 8 de copas geralmente mostram uma cena onde há escuridão, tristeza e dor, porém esta carta mostra uma situação diferente onde a mulher está partindo, dando as costas ao ambiente escuro, vislumbrando em sua frente uma noite clara e enluarada com pássaros voando. É o momento da saída da caverna, do entedimento desta etapa e de sua necessidade. Depois que a compreensão se instala e então a pessoa que já esteve no fundo do poço, já chorou, já encarou suas piores dores, se aceita e abandona aquele estado. Nesta carta também o 8 de copas está bem determinado com 5 taças à esquerda e 3 à direita, nos remetendo então as cartas 5 de copas e 3 de copas, onde 5 de copas na posição do passado, mostra que as mágoas, ressentimentos e dores ficaram para trás e o 3 de copas na posição do futuro, revela esperanças, desejos d

Você é uma Princesa de Espadas?

O naipe de espadas sempre traz uma energia muito forte de raciocínio e poder mental, portanto, essa princesa tem essas características marcantes. Ela foge do convencional, possui uma alma guerreira, tem convicções, propósitos e ideias pelos quais ela costuma lutar.  A princesa de espadas sabe da sua posição e por ser mulher não aceita se subjugar e aceitar antigos conceitos que a prendam ou a condicionem a ser uma mulher à espera de seu príncipe, ela não é sonhadora, nem muito romântica, ela é prática e gosta de agir. A princesa de espadas carrega em si o masculino e o feminino de forma que se sente muito confortável transitando por esses universos. Ela planeja, administra, calcula e age ao mesmo tempo que nutre em si a doçura e a feminilidade que despontam em momentos únicos e para poucos. Ela deseja ter ao lado um príncipe com honradez, com fortes ideais, um homem com quem possa se conectar mentalmente. Ela prefere os inteligentes, perspicazes e audaciosos. É uma princ

Descubra seu ascendente e signo Lunar

Para saber seu signo ascendente é preciso que saiba a hora exata do seu nascimento ( consta na certidão de nascimento). Signo ascendente representa a forma como se mostra para as pessoas, a forma como as pessoas te enxergam de primeiro momento. É nossa embalagem. Signo Lunar representa a forma como sente o mundo, as coisas e as emoções, a forma como reage emocionalmente diante da vida. Para saber qual é seu ascendente e seu signo lunar Clique aqui