Pular para o conteúdo principal

Os apegos aprisionam

Para muitas pessoas é extremamente difícil soltar coisas, pessoas e situações do passado e acabam seguindo a vida carregando consigo histórias tristes ou alegres, pessoas com quem se relacionaram, coisas, objetos e diversas outras manifestações do passado e não se dão conta do enorme peso que trazem para a sua vida presente.

Quanto mais a pessoa se apega, menos força tem para ir em frente.

O passado é importante sim na vida de todos nós, pois graças a tudo que vivemos, todas as experiências que tivemos, todas as situações e pessoas que passaram por nossas vidas é que somos hoje o que somos. Somos a soma de tudo que vivemos e aprendemos, mas não podemos seguir adiante puxando junto aos nossos pés tudo aquilo que já passou. Para que a vida flua, temos que ser leves e livres, aprisionados não saimos do lugar.

Existem pessoas que infelizemente se apegam tanto às recordações passadas que deixam de viver o momento, pois se transportam constantemente ao tempo de suas lembranças, vivendo assim muito mais num passado que não existe do que no seu presente e não dão atenção às pessoas que fazem parte de sua vida no agora, não conseguem viver as emoções de um dia-a-dia, pois se tornaram prisioneiros de seu próprio passado.

Se viveu um dia uma história muito feliz, traga sim na memória e relembrar esses momentos vez ou outra é extramente saudável, pois são apenas lembranças de um tempo que foi bom, mas viver dessas lembranças, dia após dia, isso nada tem de saudável, pois te impede de viver.

Penso que nossas lembranças boas ou ruins devem ser como fotos antigas que ficam guardadas numa caixa, num canto meio esquecido da casa. Você sabe onde elas estão e que pode acessá-las sempre que desejar, mas as deixa dentro da caixa, bem fechada que fica em cima daquele armário, lá no sotão, lugar onde dificilmente você vai.

É preciso viver o agora, se entregar ao hoje de corpo e alma, só assim poderá viver intensamente seus momentos para ter então novas e surpreendes recordações no futuro.

Na numerologia o 9 representa esse apego ao passado, é o número que acolhe todos os outros números, o grande pai e mestre que une todos junto a si os abraça.

No Tarô o apego se mostra na carta do Eremita, que apesar de solitário, traz dentro de si todas as lembranças de sua vida, todo o seu passado o preenche, é o senhor do tempo, que viveu e aprendeu e se alimenta das suas experiências na solidão do seu retiro.

E você? Se sente aprisionado(a) ao passado?

Que tal uma consulta de tarô terapêutico para te mostrar, assim como um espelho mágico, todas as suas nuances jamais reveladas? Está pronto(a) para se conhecer?



Drika Gomes
Taróloga e numeróloga


Postagens mais visitadas deste blog

Tarô 8 de copas - Lidando com a rejeição

Entre tantas cartas que expressam tão bem a representação do 8 de copas, encontrei esta que mostra bem um aspecto desta carta que quero colocar aqui hoje. As cartas do 8 de copas geralmente mostram uma cena onde há escuridão, tristeza e dor, porém esta carta mostra uma situação diferente onde a mulher está partindo, dando as costas ao ambiente escuro, vislumbrando em sua frente uma noite clara e enluarada com pássaros voando. É o momento da saída da caverna, do entedimento desta etapa e de sua necessidade. Depois que a compreensão se instala e então a pessoa que já esteve no fundo do poço, já chorou, já encarou suas piores dores, se aceita e abandona aquele estado. Nesta carta também o 8 de copas está bem determinado com 5 taças à esquerda e 3 à direita, nos remetendo então as cartas 5 de copas e 3 de copas, onde 5 de copas na posição do passado, mostra que as mágoas, ressentimentos e dores ficaram para trás e o 3 de copas na posição do futuro, revela esperanças, desejos d

Você é uma Princesa de Espadas?

O naipe de espadas sempre traz uma energia muito forte de raciocínio e poder mental, portanto, essa princesa tem essas características marcantes. Ela foge do convencional, possui uma alma guerreira, tem convicções, propósitos e ideias pelos quais ela costuma lutar.  A princesa de espadas sabe da sua posição e por ser mulher não aceita se subjugar e aceitar antigos conceitos que a prendam ou a condicionem a ser uma mulher à espera de seu príncipe, ela não é sonhadora, nem muito romântica, ela é prática e gosta de agir. A princesa de espadas carrega em si o masculino e o feminino de forma que se sente muito confortável transitando por esses universos. Ela planeja, administra, calcula e age ao mesmo tempo que nutre em si a doçura e a feminilidade que despontam em momentos únicos e para poucos. Ela deseja ter ao lado um príncipe com honradez, com fortes ideais, um homem com quem possa se conectar mentalmente. Ela prefere os inteligentes, perspicazes e audaciosos. É uma princ

Descubra seu ascendente e signo Lunar

Para saber seu signo ascendente é preciso que saiba a hora exata do seu nascimento ( consta na certidão de nascimento). Signo ascendente representa a forma como se mostra para as pessoas, a forma como as pessoas te enxergam de primeiro momento. É nossa embalagem. Signo Lunar representa a forma como sente o mundo, as coisas e as emoções, a forma como reage emocionalmente diante da vida. Para saber qual é seu ascendente e seu signo lunar Clique aqui