Pular para o conteúdo principal

Superando amores que chegaram ao fim

Acredito que na vida tudo passa por um ciclo natural; o nascer, o crescer, o florescer, o murchar e o morrer. Com os relacionamentos o mesmo acontece, a gente passa a vida buscando um grande amor e até que ele chegue passamos por vários relacionamentos que tem seu início, meio e fim, uns finais podem ser mais suaves, outros mais turbulentos, mas de qualquer forma o final surge dando a você um cheque-mate, mostrando a você que é hora de encarar a situação e seguir adiante.

Claro que a gente sempre espera que um término seja tranquilo e melhor ainda se for sem dor, mas penso que apenas não existirá dor se não houver mais sentimento algum, coisa muito difícil porque sempre um sentimento resta, mesmo que não seja mais o amor, porém em seu lugar ficam as mágoas, raiva, decepções... Não tem jeito, alguma dor vai aparecer, talvez mais da parte de um do que do outro, mas é certo que ambos sofrem. Já que a dor vai existir de qualquer forma, então a única opção que resta é lidar com ela e neste quesito cada um tem seu modo, sua intensidade e seu tempo. Uns nutrem a dor e se alimentam dela, carregam por um longo tempo as mágoas, remoem acontecimentos passados, guardam fotos, relembram e não se desapegam facilmente, outros sofrem de uma vez só tudo que tiverem que sofrer, choram o que tiverem que chorar, passam por um breve período de luto, mas um luto intenso onde promovem uma limpeza e tanto na alma e depois disso, respiram fundo, olham para frente e pensam " Vambora! Tô pronta(o) pra vida!" Confesso que me enquadro neste segundo tipo e adoro ser assim porque não perco tempo sofrendo a toa, jogo o passado para trás, me liberto das bagagens e sigo adiante...

Volto aqui a ressaltar a mensagem da carta da morte no tarô, quando ela chega numa consulta sobre a vida afetiva, vem trazendo a consciência do final de ciclo, é preciso deixar terminar, é preciso deixar morrer, pois faz parte do ciclo natural de todas as coisas. A grande lição é encarar um fim como uma nova chance de recomeçar, não no mesmo relacionamento, mas recomeçar algo novo, com novas energias, com outras cores e nova luz!

Quase sempre os finais de relacionamentos são desgastantes e tristes,  na maioria das vezes já houveram diversas tentativas de consertos, juntando-se os cacos da relação que tantas vezes se partiu, muito esforço já foi colocado e então chega aquele momento em que se sente que não dá mais, nada mais cola, cada pedaço que tentou colar já não gruda mais e cai constantemente. Quando esse momento aparece é obvio que chegou o fim e para quê ficar juntando os pedacinhos de um amor que se acabou? Nada vai colar.

Pessoal, a vida é supreendente! Insisto sempre em dizer para se desapegarem do velho, de tudo que já passou porque tem tanta vida te esperando lá na frente... Tem tanta coisa boa que está esperando por você e apenas não acontece porque você se deixou aprisionar com esse peso todo do passado que não quer largar. Largue! Solte! Fique leve e siga em frente! Você vai ver que é possível alcançar a felicidade.



Amar, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido.
"Vinícius de Moraes"




Drika Gomes
Taróloga e numeróloga 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tarô 8 de copas - Lidando com a rejeição

Entre tantas cartas que expressam tão bem a representação do 8 de copas, encontrei esta que mostra bem um aspecto desta carta que quero colocar aqui hoje. As cartas do 8 de copas geralmente mostram uma cena onde há escuridão, tristeza e dor, porém esta carta mostra uma situação diferente onde a mulher está partindo, dando as costas ao ambiente escuro, vislumbrando em sua frente uma noite clara e enluarada com pássaros voando. É o momento da saída da caverna, do entedimento desta etapa e de sua necessidade. Depois que a compreensão se instala e então a pessoa que já esteve no fundo do poço, já chorou, já encarou suas piores dores, se aceita e abandona aquele estado. Nesta carta também o 8 de copas está bem determinado com 5 taças à esquerda e 3 à direita, nos remetendo então as cartas 5 de copas e 3 de copas, onde 5 de copas na posição do passado, mostra que as mágoas, ressentimentos e dores ficaram para trás e o 3 de copas na posição do futuro, revela esperanças, desejos d

Você é uma Princesa de Espadas?

O naipe de espadas sempre traz uma energia muito forte de raciocínio e poder mental, portanto, essa princesa tem essas características marcantes. Ela foge do convencional, possui uma alma guerreira, tem convicções, propósitos e ideias pelos quais ela costuma lutar.  A princesa de espadas sabe da sua posição e por ser mulher não aceita se subjugar e aceitar antigos conceitos que a prendam ou a condicionem a ser uma mulher à espera de seu príncipe, ela não é sonhadora, nem muito romântica, ela é prática e gosta de agir. A princesa de espadas carrega em si o masculino e o feminino de forma que se sente muito confortável transitando por esses universos. Ela planeja, administra, calcula e age ao mesmo tempo que nutre em si a doçura e a feminilidade que despontam em momentos únicos e para poucos. Ela deseja ter ao lado um príncipe com honradez, com fortes ideais, um homem com quem possa se conectar mentalmente. Ela prefere os inteligentes, perspicazes e audaciosos. É uma princ

Descubra seu ascendente e signo Lunar

Para saber seu signo ascendente é preciso que saiba a hora exata do seu nascimento ( consta na certidão de nascimento). Signo ascendente representa a forma como se mostra para as pessoas, a forma como as pessoas te enxergam de primeiro momento. É nossa embalagem. Signo Lunar representa a forma como sente o mundo, as coisas e as emoções, a forma como reage emocionalmente diante da vida. Para saber qual é seu ascendente e seu signo lunar Clique aqui