Arquivo do Blog

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

As fatalidades serão destino? Carta da lua



A Luano Tarô de Marselha Camoin-JodorowskyPara falar a respeito do karma, a carta que melhor representa esse processo é a carta da lua.

O arcano de A Lua simboliza os temas não resolvidos internamente e que oprimem a consciência. São temas com que não lidamos de modo livre e gratificante, ou seja, que “nos deixam no escuro”, desorientados e sem saber para onde ir. Criam o que os círculos esotéricos chamaram de a Noite Escura da Alma. Essas sensações são criadas porque intimamente nos sentimos de algum modo intimidados e incapacitados de lidar com o tema quando ele se apresenta. O sofrimento ou limitação que ele representa estão encravados em nós numa memória muito mais profunda do que a que dispomos conscientemente. Os Karmas negativos são isso.

Todo é qualquer karma pode ser transmutado, temos em nossas mãos o poder de sair da fase obscura da lua, mas isso depende única e exclusivamente de nós mesmos.

Acredito sim que tudo que nos acontece na vida não é por acaso, somos nós quem atraímos todas as situações que se apresentam em nosso caminho. Observando deste ponto de vista entendo que nenhum acidente acontece por acaso, nenhuma doença vem razão, nenhum sofrimento nos assola sem querer. Somos o principal motivador de todos os acontecimentos, bons e ruins em nossas vidas. Então alguém pergunta: mas como explicar crianças que já nascem com doenças, defeitos físicos e limitações? Como pode um ser que acaba de nascer ser responsável por suas dificuldades? Para quem acredita na imortalidade da alma, nas diversas vidas que tivemos antes desta, poderá então compreender que ninguém nasce "zerado", ou seja, ninguém vem a este mundo com uma alma totalmente limpa, todos nós trazemos, inconscientemente, vestígios do passado, como se fosse um baú velho onde guardamos tudo o que fomos, fizemos e sofremos em outras vidas, a isso chamamos de registros acásticos.

Muito frequentemente, esses registros acásticos, que embora esquecidos, são acionados em determinados momentos da vida de uma pessoa, revelando medos que a pessoa pensa não fazer sentido no seu momento atual, mostrando alguns dons ou aptidões que não foram estudadas e aprendidas nesta vida, por conta destes vestígios é que se apresentam as dificuldades terrenas, pois viemos para nos aprimorarmos e aprendermos a lidar com nossas dificuldades que em vidas passadas não conseguimos solucionar e se a resistência for muito forte, se permanecermos na nossa livre escolha em persistir nos mesmos erros, então a vida irá nos colocar em situações mais complexas, mais difíceis, nos pressionando a agir de acordo com o propósito de nossa evolução.

Deus não é um senhor barbudo e mau, sentado numa nuvem que manda sofrimentos e punições para quem não é bonzinho. Deus não espera que você seja "bonzinho", uma pessoa caridosa, que vai todo domingo à igreja e que diz amém pra tudo. Deus espera é que você seja é MUITO BOM consigo mesmo! Porque desta forma estará seguindo sua alma, sua essência e portanto, estará no caminho certo para sua evolução.









Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário