Arquivo do Blog

sábado, 26 de julho de 2014

A carta do Diabo - O instinto

Drika Gomes taróloga




Eis aqui uma bela imagem que simboliza muito bem o significado que quero dar para a carta do diabo. 

Ele não é mau, mas também não é bom. O diabo está livre de conceitos, regras, normas e moral, para ele o universo do homem não se divide no certo e no errado, no positivo e no negativo, nem no masculino e feminino. O diabo representa a unificação das forças, formando uma única energia que é a energia do instinto. O diabo é o detentor de nossas necessidades mais básicas como a fome, a sede e o desejo sexual. É o nosso ser primitivo que age por impulsos e por sensações. 

Se vivêssemos num mundo onde nós, seres humanos, não aprendessemos regras de condutas morais, de bons constumes e normas de sociedade, seríamos como o diabo, agindo instintivamente.

Portanto o diabo representa aquilo que existe de mais primitivo e animal em nós, representa as nossas necessidades básicas, o ego, o eu egoístico.

Na simbologia do diabo nos deparamos também com um elemento muito característico de manipulação, pois até mesmo na natureza podemos ver animais que para obter o que desejam aprendem a enganar, camuflando-se, escondendo-se e até mesmo se fingindo amigos vivendo em hospedeiros, às custas das beneficies do outro. Neste contexto, o diabo obtém astúcia para alimentar seu ego, saciando suas necessidades, que sempre é o que busca.

O diabo não sente culpa, pois é amoral. Não tem piedade, pois é animal. É totalmente anti-social, mas pode se transformar num ótimo amigo e ficar rodeado de pessoas desde que elas lhe favoreçam de alguma forma, seja financeiramente, seja socialmente, seja sexualmente... o diabo sempre tem que sair ganhando algo para usar seu charme, sua dedicação e seu tempo.

No diabo não existe o lado bom e o lado ruim, apenas existe a necessidade.

Nos relacionamentos amorosos o diabo representa as paixões, a atração física e o desejo. Representa também os relacionamentos doentios, onde um sente necessidade do outro, onde não existe respeito ao livre arbítrio do parceiro. Relações que predominam sob a energia do diabo geralmente são bem problemáticas.

Precisamos saber compreender nosso "diabinho interno", mas buscando sempre o equilíbrio, afinal como seres racionais nosso bichinho teve que aprender a se domesticar, porém muitas vezes nos esquecemos ou não queremos olhar pra ele, então o deixamos trancafiado num canto escuro da nossa alma, mas ele se revolta porque também quer se manifestar e nessa revolta é que encontramos distúrbios como alcoolismo, o uso de drogas, problemas de depressão e síndromes do pânico, sim! Isso tudo é manifestação contrária do nosso diabinho aqui dentro. Precisamos agradar esse animalzinho que existe em nós para que ele fique bem e nos ajude a viver uma vida saudável e plena.

Que tal entender melhor o seu?


Drika Gomes
Taróloga e Terapeuta Holística
(11) 9 5494-2918
miabela@hotmail.com


tarot do amor, tarot por skype, consulta de tarô por telefone, consulta de tarô presencial, André Mantovani, tarólogo Arhan, jogar tarot grátis, trazer seu amor de volta, taróloga em são paulo, consulta de tarô, cartomante online, tarot vidência, previsões, melhores tarólogos, torólogos online, cartas do tarô por skype, consultar tarólogo, consultas de tarot, runas, ler tarot, jogar tarô online



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 comentários:

  1. Interessante é que a psicologia de Jung nos dá um ser muito parecido com o diabo. É a sombra, que é a soma de todos nossos instintos, medos, rejeições, desejos reprimidos. E a individuação é o processo que reunifica a nossa sombra a nossa personalidade, transformando sua energia em algo produtivo para nosso lado consciente!!!

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo Celso, exatamente! É o ser primitivo que se manifesta em nós, esse nosso lado mais obscuro e "socialmente não aceito", geralmente é uma parte humana mal compreendida que trancafiamos por motivos diversos e que mais tarde viemos a sofrer as consequencias...

    ResponderExcluir