Arquivo do Blog

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Carta do louco "Ele não presta, mas quero ele de volta!"

Gostaria de colocar aqui hoje um aspecto muito interessante da carta do louco nas questões sentimentais, quando ele surge para dar um puxão de orelha ou para te mostrar o quanto está agindo totalmente sem noção em sua vida. É quando o louco vem te dizer: "Olha só  como você está sendo tola e descuidada!"

Muitas vezes, geralmente quando estamos no auge de uma paixão, somos acometidos por um desequilíbrio de sanidade, pois nestes momentos acabamos cometendo verdadeiras loucuras, coisas que se estivéssemos "mais sóbrios" certamente não faríamos.

Algumas vezes, tudo bem, até que é válido nos arriscarmos e experimentarmos algumas situações inusitadas, mas quero falar aqui é daquelas situações que apesar de estarmos cansadas de saber que não darão certo e que vamos acabar mal, porém a despeito de tudo isso, saltamos do precipício, nos atiramos de olhos fechados mesmo sabendo que a qualquer momento vamos meter a cara no chão.

Insistir num erro é se auto enganar, é se iludir e consequentemente, sofrer depois. Para quê essa tortura? Não seria melhor e mais inteligente sair da história?

Eu tenho percebido que enquanto a dor não for doída o suficiente, não adianta, não se larga o osso. Quanto mais precisa se ferir? Quantas mentiras mais precisa ouvir? Quantas expectativas mais precisam ser frustradas para que acorde e perceba que ele não serve para sua vida? Pois, é...o resultado dessa conta tem um  número é totalmente individual e intransferível!

Não mais me espanto, quando minhas clientes, ( depois de terem sido esclarecidas na consulta de que o dito cujo não mudou e não vai mudar, de que o comportamento dele com ela será o mesmo) apesar de tristes e decepcionadas dizem que querem ele de volta mesmo assim. 

E também não considero nenhum pouco anormal quando me perguntam o que a tarô aconselha  e surge a carta do louco, saltitante e imprudente, mostrando abertamente a tamanha besteira que estão prestes a fazer consigo mesmas. Cumpro minha parte como taróloga, passo a mensagem, explico claramente e com certeza elas entendem, algumas até conseguem abrir a mente e tomar consciência da situação, mas muitas ouvem, porém não absorvem.

Costumo dizer que só se enganam as pessoas que querem ser enganadas, mas chega um momento na vida de todos, não importa o tempo que leve, esse dia chega e então o sol surge trazendo a consciência de tudo.

 
Drika Gomes
Taróloga e numeróloga

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário