Pular para o conteúdo principal

Chega de preconceitos! - Vamos desmistificar de vez o tarô?

Infelizmente para muitos a imagem do tarô vem acompanhada por um véu de mistérios, onde por trás se escondem lendas, histórias de bruxas, magias, feitiçarias e ainda para muitos, o tarô é visto como "instrumento do mal".

A verdade é que para desmistificarmos todo esse enredo que foi construído há muito tempo atrás, temos que fazer uma viagem no tempo até chegarmos no século XV, época da inquisição católica, onde pessoas como eu, teriam sido lançadas à fogueira por sermos consideradas hereges.

Eram tidos como hereges todos aqueles que manifestavam sua fé e suas crenças na natureza, nas plantas, nos astros, enfim, todo aquele que demonstrasse obter conhecimento ou sabedoria proveniente de algum outro elemento que não fosse o professado no catolicismo, era condenado, portanto virava churrasquinho. Desde então a imagem dos grandes profetas, astrólogos, homens da ciência, que eram detentores de grandes conhecimentos do universo, passou a ser deturpada, manchada e muito mal vista. A denominação de bruxos e bruxas que antes significava "pessoas detentoras de grande sabedoria" passou a ganhar uma conotação negativa e coberta de preconceitos.

Esse preconceito que hoje existe a respeito do tarô, nada mais é do que a repercussão da imagem imposta pela igreja aos grandes sábios daquela época.

O Tarô deve ser encarado como uma ferramenta para o autoconhecimento e não tão singelamente como um oráculo para adivinhações.

As previsões feitas pelas cartas do tarô, são muito bem explicadas pelas palavras do famoso psicólogo Carl Jung: Jung concordava que os instrumentos promoviam um diálogo franco com forças invisíveis. Mas, em vez de espíritos e gênios, ouvia nos oráculos a voz do inconsciente. Ao receber essa interpretação, os sortilégios ganham outra roupagem: se transformam em veículos interessantes ao processo de autoconhecimento.

 Esse sim é o enfoque que aprecio e que considero dever ser dado ao tarô, desmistificando assim qualquer preconceito antigo e ultrapassado.

Deixemos no século XV ao que ao século XV pertencia. Quem vive com a mentalidade e crenças focadas e limitadas não encontra espaço para evoluir. É preciso conhecer, ler, estudar, abrir a mente para o novo e isso só é possível para quem se permite soltar o velho.



Drika Gomes
Taróloga/Numeróloga
(11) 95494-2918

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tarô 8 de copas - Lidando com a rejeição

Entre tantas cartas que expressam tão bem a representação do 8 de copas, encontrei esta que mostra bem um aspecto desta carta que quero colocar aqui hoje. As cartas do 8 de copas geralmente mostram uma cena onde há escuridão, tristeza e dor, porém esta carta mostra uma situação diferente onde a mulher está partindo, dando as costas ao ambiente escuro, vislumbrando em sua frente uma noite clara e enluarada com pássaros voando. É o momento da saída da caverna, do entedimento desta etapa e de sua necessidade. Depois que a compreensão se instala e então a pessoa que já esteve no fundo do poço, já chorou, já encarou suas piores dores, se aceita e abandona aquele estado. Nesta carta também o 8 de copas está bem determinado com 5 taças à esquerda e 3 à direita, nos remetendo então as cartas 5 de copas e 3 de copas, onde 5 de copas na posição do passado, mostra que as mágoas, ressentimentos e dores ficaram para trás e o 3 de copas na posição do futuro, revela esperanças, desejos d

Você é uma Princesa de Espadas?

O naipe de espadas sempre traz uma energia muito forte de raciocínio e poder mental, portanto, essa princesa tem essas características marcantes. Ela foge do convencional, possui uma alma guerreira, tem convicções, propósitos e ideias pelos quais ela costuma lutar.  A princesa de espadas sabe da sua posição e por ser mulher não aceita se subjugar e aceitar antigos conceitos que a prendam ou a condicionem a ser uma mulher à espera de seu príncipe, ela não é sonhadora, nem muito romântica, ela é prática e gosta de agir. A princesa de espadas carrega em si o masculino e o feminino de forma que se sente muito confortável transitando por esses universos. Ela planeja, administra, calcula e age ao mesmo tempo que nutre em si a doçura e a feminilidade que despontam em momentos únicos e para poucos. Ela deseja ter ao lado um príncipe com honradez, com fortes ideais, um homem com quem possa se conectar mentalmente. Ela prefere os inteligentes, perspicazes e audaciosos. É uma princ

Descubra seu ascendente e signo Lunar

Para saber seu signo ascendente é preciso que saiba a hora exata do seu nascimento ( consta na certidão de nascimento). Signo ascendente representa a forma como se mostra para as pessoas, a forma como as pessoas te enxergam de primeiro momento. É nossa embalagem. Signo Lunar representa a forma como sente o mundo, as coisas e as emoções, a forma como reage emocionalmente diante da vida. Para saber qual é seu ascendente e seu signo lunar Clique aqui