Arquivo do Blog

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Por que os relacionamentos são tão difíceis?

Independente do signo, ascendente, conjunções e etc, a verdade é que todo relacionamento tem suas fases e todo relacionamento pode chegar num momento mais difícil.

Como disse um amigo recentemente - "Relacionamentos são difíceis porque envolvem duas pessoas diferentes."  Tão claro como a água cristalina. Pura verdade.

No começo tudo se mostra fácil e lindo, os dois só enxergam o que tem de bonito e agradável no outro. Sinos tocam, pétalas de flores caem sobre o casal, a magia do amor é perfeita... Pena que essa perfeição toda tem tempo limitado de duração, para alguns dura dias e para outros alguns meses, mas a magia vai perdendo seu efeito para dar espaço à realidade. Quando estamos apaixonados ficamos cegos, sim! Realmente é como se fossemos dominados por um encantamento que faz sumir todos os defeitos da outra pessoa, mas que bom que esse pó de pir-lim-pim-pim acaba porque senão viveríamos iludidos para sempre, ruim isso, né?

Bem, acontece que tem um cara aí, que a gente conhece como Tempo, é ele que faz a magia ir pro espaço e tira a cegueira dos nossos olhos fazendo a gente enxergar o que tem ali na nossa frente nú e crú. Muitas vezes a verdade é tão chocante que um dia, de repente, você olha para pessoa e se pergunta:  Como eu fui capaz de gostar dele(a)? Em casos assim não tem jeito, se a decepção for tamanha a única saída é dizer adeus e partir para a próxima ilusão, porque você vai se apaixonar denovo, claro que vai. Só que acontece também da realidade não ser tão ruim assim, o véu da ilusão cai e a pessoa que você enxerga ao seu lado pode ter alguns defeitos, mas tudo bem, dá para relevar, afinal você também tem os seus e ele(a) vai enxergar isso também em você e será que vai aceitar? Quando acontece essa aceitação um do outro, quando o casal depois de ter ciência das qualidades e defeitos um do outro resolvem ficar juntos, então aí começa o relacionamento e uma nova jornada vem pela frente, dois universos distintos convivendo juntos... quem disse que seria fácil?

Por mais que haja amor, não é suficiente, só o amor não sustenta uma relação. Tem que ter paciência, tolerância e muito diálogo, aliás diálogo é fundamental pra cacete! Não adianta querer se dar bem num relacionamento se não tiver troca de idéia, se não tiver debate, se não tiver esclarecimento. Tem muito casal por aí que não se fala, ou é um ou é outro que foge da conversa e fica sempre o dito pelo não dito. Um não quer saber dos motivos e conflitos do outro e o outro não quer ouvir queixas e reclamações. Porra! Pra quê se relacionar então? Se não é para dialogar se tranque num convento ou vire um ermitão. Relacionar é trocar! Já começa aí um dos maiores problemas que os casais enfrentam.

Aceitar não pode ser só da boca pra fora, é entender que o outro é diferente e pronto. De nada adianta dizer " eu te aceito como você é" e em qualquer oportunidade que houver começar a cobrar ou exigir que o outro mude, isso por acaso é aceitação? É enganação! Falsidade! Aceitar exige maturidade porque é quando entendemos que o universo não precisa girar ao nosso redor para sermos felizes, é quando compreendemos que as diferença são importantes e servem para aprendermos com elas e que as diferenças na outra pessoa é que fazem ela ser quem é. A pessoa que você que ama. Ou não ama?

A verdade é que a declaração de amor que antes era: Eu te amo demais, passa a ser: Eu te amo, mas...

Eu te amo, mas não gosto do modo como você se veste, mas não quero que saia com suas amigas, mas não gosto quando se fecha, mas você poderia ser mais carinhoso(a)...

As condicionais do amor ferem a relação, faz com que o outro se sinta inadequado, não se encaixe mais, começam os incômodos e com isso todas as discussões, brigas e desentendimentos.

Ajustes sempre podem ser feitos, mas depende muito de como se fala a respeito, tudo aquilo que vem como cobrança só pode trazer insatisfações. Se há algo de estranho na relação o ideal não seria cobrar, mas sim dialogar. 

A diferença crucial entre diálogo e cobrança está no tom e na colocação das palavras. A pessoa que se sente cobrada, se distancia e se defende ao passo que no diálogo se abre um espaço para que ambos se manifestem.

Não tem remédio, nem poção mágica, muito menos milagre para fazer uma relação dar certo. 

A única solução é o DIÁLOGO.









Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário